quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Kafta: por que não fazer em casa?



“Uma das delicias da cozinha do oriente médio é a kafta”, escreveu o chef Istvan Wessel em seu blog. Quem discordaria? Você consegue sentir cada tempero – é uma profusão de sabores sem igual. Gostosa, fácil de preparar, ideal para faer em casa – e, por que não, com a ajuda ds crianças? Este fim de semana meu marido preparou (eu ajudei na finalização, rs) durante um churrasco. Ninguém queria saber das outras carnes, rs. Minha sobrinha de três anos queria mais “carninha”. Sucesso garantido. Aqui, a receita de Wessel, que nós seguimos à risca.
INGREDIENTES:
600 g de carne moída (acém ou coxão mole com 15% de gordura)
3 colheres de sopa de salsinha
2 colheres de sopa de tomate seco
3 colheres de sopa de farinha de rosca
2 colheres de chá de um mix de temperos frescos (alecrim, orégano, manjericão etc.)
½ colher de chá de cominho moído
½ colher de chá de coentro moído
¼ de colher de chá de canela
½ cebola amarela picada (deixar em uma peneira para escorrer)
sal grosso moído e pimenta do reino preta moída
MODO DE PREPARO:
Misture todos os temperos à carne. Com uma colher de sopa separe a carne moída em porções. Molde com a mão fazendo o formato de um croquete. Coloque um palito em cada kafta. Importante notas que a kafta deve ser temperada e assada na hora, para manter o sabor gostos da carne.
Pode ser assada em churrasqueira (fica muito melhor) ou em uma assadeira pré aquecida para a máxima temperatura.
Serve 4 pessoas
fonte:
http://colunas.crescer.globo.com/comereumbarato/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário